E se a Frente Brasil Popular fizesse Prévias Progressistas?

Não há nenhuma organização no Brasil mais apropriada do que a Frente Brasil Popular para organizar Prévias Abertas Progressistas para escolher o(a) candidato(a) a presidente(a) progressista para as eleições presidenciais de 2018; para quem acha que é cedo, é bom lembrar que faltam cerca de 2 anos e meio para essas eleições

pr4

Todo mundo está vendo o que as prévias abertas podem fazer, observando a campanha de Bernie Sanders nos Estados Unidos. Antes pouquíssimo conhecido naquele país e absolutamente desconhecido fora dele, com as prévias abertas Sanders tem condições reais de vencer Hillary Clinton e disputar com os Republicanos a presidência. François Hollande, o presidente da França, disputou prévias abertas para ser o candidato do Partido Socialista em 2012. Michele Bachelet também venceu prévias abertas (duas vezes, aliás), no Chile, para ser a principal candidata progressista à presidência. Romano Prodi venceu prévias abertas na Itália para as eleições de 2006, e a lista continua. O Brasil tem uma oportunidade histórica para as eleições de 2018 de realizar uma maravilhosa prévia progressista, juntando PT, PCdoB, PSOL, PDT e outros partidos se possível, com o(a) vencedor(a), em uma disputa em dois turnos, sendo apoiado(a) pelos outros partidos nas eleições organizadas pelo Estado em 2018.

Isso pode até ser um sonho, mas não era um sonho acabar com a fome no país? Não era um sonho quase erradicar a miséria absoluta? Sei que temos o Lula para ser candidato em 2018, mas ser candidato por falta de opção seria uma situação desagradável e eleitoralmente perigosa para o progressismo brasileiro. Que bom seria se a Frente Brasil Popular organizasse uma grande prévia em que, por exemplo, Lula ou Jaques Wagner, pelo PT, debateriam com Jean Wyllys ou Marcelo Freixo, pelo PSOL, que debateriam com Jandira Feghali ou Orlando Silva, pelo PCdoB, que debateriam com Ciro Gomes ou Ronaldo Lessa, pelo PDT, que quem sabe debateriam com outros(as), e que fosse o povo brasileiro, sem precisar estar filiado a nenhum partido, que decidisse quem deles(as) seria o(a) representante do progressismo em 2018.

A Frente Brasil Popular é uma esperança para o Brasil. Surgiu agrupando um conjunto de partidos progressistas e fazendo a ponte que precisa ser reconstruída entre o movimento social organizado e não organizado e os partidos progressistas brasileiros. Agora que as campanhas serão feitas sem dinheiro de pessoas jurídicas, temos essa grande oportunidade de recuperar o elo de confiança entre povo e política, para que com a força do mecanismo democrático das Prévias Abertas Progressistas possamos revolucionar nossa cultura política. O progressismo precisa ouvir o povo, e isso se faz com prévias abertas. Sem dúvidas, um(a) candidato(a) que sair vencedor(a) dessas prévias vai ter uma força que o conservadorismo não vai poder superar. Temos muito trabalho a fazer, rumo às prévias e rumo ao futuro! Clique aqui para se tornar um colaborador financeiro do culturapolitica.info.