O Dia do Bernardo

Chamo de “Dia do Bernardo” todos os dias em que há eleições primárias nos Estados Unidos com a participação de Bernie Sanders. “Bernardo” seria um aportuguesamento de “Bernie”. É verdade que o Brasil, nas próximas semanas, provavelmente vai deixar de ter um governo progressista e terá o ascenso de um governo conservador, mas há todo um mundo, mais além do Brasil, em que o progressismo está fazendo consideráveis avanços. Aliás, amanhã, terça-feira, é Dia do Bernardo.

Bernie Sanders é o "Bernardo"

Bernie Sanders é o “Bernardo”

A democracia pode perder qualidade, ou até ser derrubada em alguns países, mas tanto para o Brasil como para o mundo, o fortalecimento historicamente progressivo da democracia e sua consolidação como regime político hegemônico global, com seus altos e baixos, ainda é uma realidade. Por isso, nesse momento em que o Brasil passa de ter um governo progressista a ter um governo conservador, dar uma olhada para fora do Brasil ajuda a compreender melhor a situação em que vivemos. Pois afinal, não moramos apenas no Brasil, e sim também no mundo. Aliás, somos provavelmente mais influenciados pela soma resultante da situação política em todos os países do mundo do que pela situação política do país em que moramos. Pois vamos dar uma olhada então no famigerado próximo “Dia do Bernardo”.

Bernie Sanders organizou uma campanha eleitoral basicamente com doações de baixo valor vindas de muitas pessoas físicas. Isso é um exemplo a ser analisado por todos os(as) políticos(as) progressistas do mundo. Atualmente ele está cerca de 300 delegados eleitos atrás de Hillary Clinton na soma das primárias realizadas nos estados até o momento. Como são cerca de 4000 delegados eleitos no total, para o Bernie vencer a Hillary, ele precisa vencer, em média, por 65% ou mais todas as eleições primárias que faltam. Ou seja, está bastante difícil para o “Bernardo”, mas não impossível. Ele terminar pau a pau com a Hillary, mesmo perdendo por pouco, vai ser algo espetacular, dado que há pouco mais de um ano, aposto que praticamente ninguém que está lendo este artigo tinha ouvido falar de Bernie. E na população dos EUA, o grau de reconhecimento de seu nome não era tão diferente.

Uma das razões da atual derrota do progressismo no Brasil é que somente há espaço para uma vitória do campo progressista no Brasil de hoje se este campo aprender a financiar as campanhas eleitorais como Bernie financia, com muitas pessoas físicas doando cada uma um baixo valor. A demora para se conseguir isso será aproximadamente a demora para o campo progressista voltar a vencer no Brasil. Enquanto isso, resta torcer para Bernie e para todos(as) os(as) candidatos(as) progressistas que disputam eleições ao redor do mundo. Esse ano haverá eleições nos EUA, na Espanha, nas Filipinas, no Peru, na Zâmbia e por aí vai. E amanhã, é Dia do Bernardo! Clique aqui para se tornar um colaborador financeiro do culturapolitica.info.